Incidência da conjuntivite aumenta com o calor

Incidência da conjuntivite aumenta com o calor

Incidência da conjuntivite aumenta com o calor

Temperaturas maiores e clima seco são propícios para o contágio da doença. Acordar com os olhos vermelhos, ardendo e com dificuldades para abrir as pálpebras. Esses são alguns dos sintomas da conjuntivite, doença que possui contágio simples. Durante climas mais quentes, aumentam-se os casos da doença, especialmente o tipo viral.

Entenda e saiba como proceder em casos de conjuntivite:

O que é a conjuntivite?

É a inflamação da conjuntiva, uma fina membrana transparente que recobre o globo ocular. Ela pode ocorrer por contaminação de vírus, bactérias, fungos ou alergias a agentes externos.

Por que ela aumenta em altas temperaturas?

Isso acontece devido a baixa da umidade que proporciona condições ideais para o contágio. Além disso, as pessoas costumam realizar atividades ao ar livre, como uso de piscinas ou praias, que também podem ser meio transmissores do problema.

O que fazer se a doença for diagnosticada?

Deve-se evitar o convívio social. É uma medida importante para não contaminar outras pessoas. Tudo que for usado pelo portador da doença deve ser lavado separadamente até que se esteja curado.

Devo procurar um médico?

Sim, o médico poderá avaliar o problema e a necessidade de prescrever colírios adequados para os diferentes tipos da doença, seja ela viral,bacteriana ou alérgica.

Dicas para Evitar a Conjuntivite

Higienize bem as mãos, o álcool em gel quando se está na rua é solução e nunca coçar os olhos as mãos sujas. A proteção contra a doença inclui ainda evitar o compartilhamento de materiais e utensílios em entras em contato com os olhos (óculos, maquiagem, lençol e fronha).