GOOGLE DESENVOLVE TECNOLOGIA QUE ELIMINA NECESSIDADE DE CONTROLE REMOTO

GOOGLE DESENVOLVE TECNOLOGIA QUE ELIMINA NECESSIDADE DE CONTROLE REMOTO

GOOGLE DESENVOLVE TECNOLOGIA QUE ELIMINA NECESSIDADE DE CONTROLE REMOTO

Poucas coisas na tecnologia sofreram grandes mudanças como o controle remoto. Ele é basicamente um retângulo comprido com botões, que funciona quando apontado para um aparelho. Isso pode estar mudando, pois duas patentes da Google indicam que uma tecnologia baseada em sinais de radar e gestos eliminaria a necessidade do acessório.

Essa interface de controle baseada em radar vai mudar a forma como os usuários controlam não somente as TVs, mas também qualquer item eletroeletrônico, de laptops a geladeiras.

A tecnologia funciona de forma simples, até. São necessários um transmissor (smartwatch ou celular, por exemplo) e um receptor (TV, computador, geladeira). O transmissor gera um campo de radar, espaço onde o usuário vai fazer gestos que serão transmitidos para o aparelho a ser controlado.

No pedido de patente enviado pela Google, a empresa exemplifica a tecnologia por meio do envio de uma playlist do smartphone para um aparelho de som. O usuário aponta o celular e faz alguns gestos, e isso automaticamente envia as músicas para o equipamento. Outros gestos permitem controlar o volume e selecionar uma música específica, também.Esquema mostra como funciona a tecnologia da Google; a mancha cinza é o campo de radar onde o usuário faz os gestos (Imagem: Reprodução/USPTO).

Duas patentes

Google indica que quer trabalhar com várias frentes, pois foram registradas duas patentes: uma dedicada ao uso doméstico e outra para aplicação em veículos.

Como a tecnologia ainda está na fase de registro de patentes, não há previsão de aplicação à vida real. Além disso, nem todas as patentes chegam a ser utilizadas pela indústria. Então, temos que esperar algum tempo até saber se poderemos aposentar os velhos controles remotos.

Fonte: Digital TrendsUSPTO